Como o setor hoteleiro deve se prevenir contra o Coronavírus?

O novo Coronavírus (Covid-19), que teve suas primeiras manifestações na China ainda no ano passado, apresentou o primeiro caso no Brasil na capital de São Paulo no final do mês de Fevereiro de 2020, detectado em um homem que regressava da Itália.

Desde então, o quadro de infectados no país, infelizmente só vem aumentando, chegando a 2.201 casos até o fim desta terça feira (24/03/2020).

Ocasionando uma preocupação nacional para todas empresas e instituições sobretudo, as do setor hoteleiro, tendo em vista que hotéis e pousadas recebem um grande fluxo de pessoas advindas de diversos lugares.

Pensando nisso, preparamos esta matéria com principais informações que você, hoteleiro, precisa saber a respeito do novo Coronavírus, bem como medidas preventivas que podem ser adotadas em seu hotel para a prevenção e controle do vírus no seu hotel.

Coronavírus: o que é, sintomas, transmissão e prevenção

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Coronavírus (CO-V) são uma grande família viral que causam infecções respiratórias, leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum.

Os sintomas mais comuns dessa doença, são febre, cansaço, coriza e tosse seca. Alguns pacientes ainda, podem apresentar também dores no corpo, garganta e cogestão nasal. O tempo de duração pode variar e para pessoas que não estão gravemente doentes, a recuperação pode levar o mesmo tempo que a de uma gripe comum.

Pessoas idosas ou/e com doenças como diabetes, pressão alta, problemas cardíacos e pessoas em tratamento de câncer têm maior probabilidade de desenvolver a doença em sua forma mais grave.

O Coronavírus que provoca a COVID-19, pode ser transmitido de uma pessoa para outra. A transmissão pode acontecer através de gotículas de saliva ou muco, emanados pela boca ou narinas quando uma pessoa infectada tosse ou espirra. A contaminação também pode ocorrer através de apertos de mãos ou no compartilhamento de um objeto, como por exemplo beber no mesmo copo que um portador do vírus. Conforme a Organização, deve-se manter uma distância de pelo menos 1 a 2 metros da pessoa com sintomas evidentes.

Ministério da Saúde ainda, orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir essa infecção. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos com água e sabão várias vezes ao dia;
  • Fazer uso do álcool em gel a 70%;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, copos ou garrafas;
  • Evitar cumprimentar as pessoas com mãos ou beijos;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Não tocar nos olhos, boca ou nariz com as mãos não lavadas.

 

Como prevenir o Coronavírus?

Uma serie de medidas devem ser tomadas para a prevenção do coronavírus no seu hotel:

  • Informar colaboradores de todos os setores do hotel, a respeito do Coronavírus (origem, sintomas, transmissão, prevenção e tratamento), tal como a frequente higienização pessoal e dos ambientes;
  • Orientar profissionais das áreas, que têm contato direto com o público, como governança, recepção, eventos e restaurante, antes e após cada atendimento, utilizar álcool gel ou sabonetes higienizadores nas mãos;
  • Em caso de hóspedes ou funcionários com sintomas, direcionar para unidades de saúde, higienizar os locais utilizados, e se atentar ao diagnóstico;
  • Estabelecer contato com a Vigilância de Saúde do Município, diante de possíveis casos suspeitos de hóspedes e colaboradores, especialmente se houver procedência de viagem anterior a lugares com grande incidência de casos;
  • Intensificar a atenção das condições de higiene e desinfecção dos quartos, banheiros e áreas de uso comum.
Para os hóspedes:
  • Oferecer uma máscara cirúrgica, se ele apresentar: tosse, falta de ar, febre e/ou coriza;
  • Instrui-lo a permanecer isolado no quarto se manifestar os sintomas anteriores, até orientações da vigilância e prescrição médica de referência;
  • Disponibilizar álcool em gel nas instalações do hotel, como recepção, restaurante e banheiros;
  • Solicitar que entrem em contato com o hotel em caso de suspeita, principalmente se há procedência de viagem de lugares com casos confirmados.
Em caso de existir algum hóspede isolado em algum quarto, com suspeita de coronavírus:
  • Entrar no quarto apenas se houver necessidade;
  • O responsável pela higienização dos quartos deverá entrar provido com os seguintes materiais: avental descartável, luvas, óculos de proteção, máscara cirúrgica e sapato fechado;
  • As lixeiras do quarto desse cliente deverão ser de resíduos infectantes (saco branco) e, nessa situação, deverá ser contratado uma empresa para descarte desse lixo;
  • As roupas de cama devem ser separadas para processamento em lavanderia específica para serviços de saúde;
  • O chão do quarto deve ser limpo com pano úmido. NÃO utilizar vassouras;
  • Sempre após contato com o hóspede, os funcionários devem higienizar as mãos com álcool gel 70%;
  • As refeições deverão ser entregues no quarto, o cliente não poderá descer para a área de alimentação.
  • Procure distribuir, se possível, informativos sobre: sintomas; origem do vírus; forma de transmissão, maneiras de prevenção e meios de contato da Ouvidoria Geral do SUS, para que possam sanar as demais dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *